domingo, 7 de janeiro de 2018

VESTIDO IRIS EM CROCHÊ

Comecei a peça abaixo em novembro do ano passado. 
Adquiri os novelos, importados da Turquia, de uma amiga, e quando vi me apaixonei pela cor e pelo brilho. 
Por ser um fio de viscose, bem escorregadio, foi muito difícil trabalhar com ele.
Foram várias tentativas sem sucesso, até que cheguei a uma maneira com a qual consegui terminar a peça: 
enrolei o fio em um carretel de papelão e ia apertando levemente,
 para que não danificasse a linha que é super delicada e puxa fio facilmente. 
Entre as escolhas dos pontos (até que encontrasse os ideais) e conclusão do vestido levei aproximadamente 2 meses. 
Usei agulhas 1,50mm e 1,75mm.









Novelo enrolado



2 comentários:

Iris Soares disse...

Adorei o trabalho e quero acreditar q o nome seja uma homenagem à minha pessoa ��. É uma peça delicada,que tem impresso em seus pontos a imagem da elegância, em uma cor que pode ser utilizada quem qualquer tom de pele. Um otimo desafio para quem sabe fazer crochê e uma bela inspiração para quem deseja aprender.

Inez, como no tempo da vovó disse...

Certamente que é em sua homenagem. Obrigada pelo apoio e carinho de sempre